janeiro 04, 2008

Welcome 2008


Com algum gáudio vejo terminar o ano 2007. Um ano que não pretendo balancear, nem muito menos analisar o seu saldo negativo, quero apenas pensar na probabilidade de haver alguns proveitos diferidos e proveitos vindouros do novo ano. Nas 12 badaladas, eliminei alguns tradicionalismos, não houve pedidos, não houve reflexão, não houve passas (pelo menos daquelas de uva), apenas um gole de champanhe amargo, seco, talvez bruto, mas fora de tradicionalismos, houve muitos outros goles, ponderando melhor, penso já serem uma tradição. Agora, resta-me dar as boas vindas a 2008, mesmo não tendo formulado qualquer tipo de desejo, sei que existem muitas coisas para mudar e pretendo mudar no novo ano. Quanto a vós, desejo-vos do fundo do coração um ano generoso “com tranquilidade”, especialmente, para aqueles que ainda não tive a oportunidade de o desejar e para aqueles que por aqui vão passando e partilhando este espaço, já lá vão dois anos e qualquer coisa.

IMPORTANT: Esta espécie de espaço já se encontra dentro de todas as legalidades impostas pela ASAE e já aplicou a lei 37/2007 Anti Tabaco, e vê as corridas do Sr. Primeiro-ministro Dr. “Engenheiro” José Sócrates como um exemplo a seguir, principalmente no estrangeiro. Mais se informa que esta espécie de espaço não apresenta qualquer divida em entidades de contribuição social e finanças (verificar na lista de devedores ao estado). Assim, esta espécie de espaço está disponível para consumo saudável e dentro da lei, estando isento de taxas moderadoras, IVA. e respectivos aumentos de inflação. Sem mais de momento, subscrevo, em fase de uma possível insolvência.

Sem comentários: